Aplicação da vacina da Janssen em Campinas. (Foto: Carlos Bassan/Prefeitura de Campinas)

O Hospital PUC Campinas começa nesta segunda-feira (4) a recrutar voluntários para testar a eficácia da segunda dose da vacina contra a covid-19 desenvolvida pela Johnson & Johnson.

Nesse novo teste, os interessados devem ter entre 18 e 58 anos e não podem ter recebido ainda qualquer imunizante contra a doença. As inscrições estarão disponíveis no site do Hospital PUC Campinas a partir das 8h. A expectativa é que cerca de 150 a 200 pessoas sejam chamadas para o teste,

Diferentemente dos demais testes em andamento, nessa pesquisa todos os voluntários receberão a vacina , e não haverá a aplicação de placebo. O procedimento foi autorizado pela Anvisa (Agência de Vigilância Sanitária), e visa identificar se a segunda dose aumenta ainda mais proteção contra o vírus.

Leia Também

Atualmente, o imunizante fabricado pela Janssen, braço farmacêutico da empresa norte-americana, é ofertado apenas em dose única. A Johnson & Johnson anunciou que a vacina teve 66% de eficácia em prevenir casos moderados e graves de covid-19. Considerados apenas os casos graves, o nível de proteção foi de 85%.

Além do Brasil, pesquisas sobre a segunda dose da vacina da Janssen também estão sendo conduzidas em outros países.

Leia Também

PESQUISAS

Esse será a segunda pesquisa feita pelo hospital . A primeira pesquisa com a vacina da Janssen reuniu 417 voluntários da região de Campinas. No centro de pesquisa clínica do hospital foram mais de seis mil inscritos. Dos vacinados, 35% têm mais de 60 anos. Ao todo, no Brasil, 7.560 pessoas participaram dos ensaios.


A vacina da Johnson e Johnson é uma das quatro aprovadas no Brasil. As outras são a Oxford/Astrazeneca, a da Pfizer-BioNTech e a da Sinovac/Coronavac.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários