PM e MP realizaram operação contra o PCC.
Divulgação
PM e MP realizaram operação contra o PCC.


O Baep (Batalhão de Polícia Militar do Interior) deflagrou na manhã desta terça-feira (26), uma operação em conjunto com o Ministério Público com foco no combate ao tráfico de drogas e crime organizado.  De acordo com a Promotoria, a operação resultou com desarticulação de uma importante célula do PCC na região de Campinas.

Durante a manhã, mandados de prisão e busca e apreensão foram cumpridos em Campinas, Sumaré, Hortolândia, Nova Odessa e Rio Claro. Nove pessoas foram detidas, três ainda não foram encontradas e um resistiu à prisão, trocou tiros com a PM e acabou morto.

Segundo a Promotoria, ele era um dos principais nomes da organização criminosa na região de Campinas, morador do Condomínio Águas da Prata, no Jardim Nova Veneza, em Sumaré, e utilizou uma pistola 9 mm com numeração raspada no confronto com os policiais do BAEP. 

Leia Também

Durante a operação foram vistoriadas 12 residências onde foram encontradas anotações, balança de precisão, objetos e documentos referentes ao tráfico de drogas e o crime organizado. 

Ao todo, foram empregados mais de 80 homens, 21 viaturas e dois cães na operação denominada Elmo. 

Leia Também

Segundo o MP, a investigação teve início em 2018 por meio de escutas telefônicas autorizadas judicialmente. Em maio deste ano, ocorreu o oferecimento de denúncia e a expedição de diversos mandados de prisão. 


A denúncia tem 353 páginas com indicações de constantes crimes praticados pela organização com a divisão específica de cada uma das participações dos membros do PCC (Primeiro Comando da Capital) que foram identificados e presos. 

Segundo o MP há membros da organização foragidos para Estados do Norte do país.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários