Perto do Terminal Vida Nova, carros tiveram que desviar o caminho.
Rperodução
Perto do Terminal Vida Nova, carros tiveram que desviar o caminho.

A chuva forte que atingiu Campinas na tarde desta quarta-feira (27) alagou ruas e casas e provocou risco de queda de muro em dois imóveis do município.

De acordo com a Defesa Civil da cidade, foram atendidas oito ocorrências até às 17h. Apesar disso, não houve registro de feridos, desabrigados, ou desalojados.

Entre os chamados recebidos pelo órgão, seis são da região noroeste, com três alagamentos em imóveis, dois riscos de queda de muro e uma vistoria preventiva.

Além disso, houve um pedido de vistoria preventiva na região sudoeste e um alagamento em um endereço na região norte. Os endereços não foram detalhados.

De acordo com o Cepagri da Unicamp, choveu 14,5 milímetros no município. Além disso, a velocidade do vento na região norte chegou a 17,3 km/h às 15h30.

Somente no Satélite Íris, foram 29,5 mm. Já na Vila Aeroporto, foram 20,2 mm. No distrito de Barão Geraldo, foram 14,8 mm. No Jardim das Bandeiras, 9,2 mm.

Leia Também

ENXURRADAS

Imagens de moradores mostram enxurradas tomando ruas e avenidas. Perto do Terminal Vida Nova, por exemplo, carros tiveram que desviar o caminho.

Em um vídeo feito por uma mulher que não quis se identificar, os veículos reduzem a velocidade para escapar dos trechos alagados no Residencial Porto Seguro.

Já no Jardim Florence, a água ocupou os dois lados de uma avenida. Situações semelhantes aconteceram nos bairros Jardim Santa Rosa e São Judas Tadeu. 

NA REGIÃO

Em Sumaré, além de enxurradas nas ruas, uma casa no bairro Matão ficou alagada com a água que vinha da rua. Além disso, pacientes do PS (Pronto-Socorro) Santa Clara e do PS Parque das Nações reclamaram de goteiras nas duas unidades.


Em Hortolândia, os bairros Jardim Amanda I e II, Jardim Santa Clara do Lago, Jardim Santa Esmeralda e Jardim Novo Cambuí tiveram alagamentos. Não há informações, no entanto, sobre feridos e famílias desalojadas ou desabrigadas.  

Já na Rua Martinho Lutero, no Jardim Morada do Sol, em Indaiatuba, sete postes caíram durante a chuva. A Defesa Civil foi acionada para a retirada de uma árvore na Rua 24 de maio. A estação meteorológica da prefeitura registrou 10,4 milímetros durante a tarde.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários