Cemitério da Saudade, em Campinas.
Carlos Bassan/PMC
Cemitério da Saudade, em Campinas.

Os cemitérios municipais da Saudade, Nossa Senhora da Conceição (Amarais) e Sousas, em Campinas, receberam cerca de 140 mil pessoas entre o último sábado (30) e esta terça-feira (2), feriado do Dia de Finados.

O balanço foi divulgado pela Setec (Serviços Técnicos Gerais) no final da tarde desta terça.

Leia Também

De acordo com a autarquia, "não houve momentos de grande circulação de pessoas, que tenha gerado aglomerações". Isso teria ocorrido porquê o movimento foi diluído desde sábado (30).

Em nota, a Setec também alegou que "todos os protocolos sanitários foram seguidos, como a exigência do uso de máscaras, distanciamento" e medição da temperatura nas entradas.

200 MIL

O movimento ficou abaixo do esperado pela Prefeitura. Antes do feriadão, a Setec divulgou a expectativa por 200 mil pessoas nos três cemitérios municipais. Os locais passaram por limpeza e arrumação ao longo de outubro.

Além da estrutura dos próprios espaços, foram instalados banheiros químicos e tendas para distribuição de água aos visitantes, além da colocação de totens com álcool em gel nas entradas.

MONUMENTO

Administrados pela comunidade Religiosa Santa Rita de Cassia, os cemitérios Flamboyant, Aleias e Acácias inauguraram no dia 29 o monumento "Memorial", em homenagem às pessoas que morreram de covid-19 e foram sepultadas nos três locais ao longo da pandemia.

"É uma forma de mantermos viva a memória dessas pessoas que descansam em paz em nossos campos santos", disse José de Vasconcelos Cunha, diretor administrativo da Comunidade.



Entre março de 2020 e dia 15 de outubro deste ano, foram realizados 295 funerais no Flamboyant confirmados para covid e 85 de casos considerados suspeitos. Neste período, no Aleias, foram 395 confirmações e 123 suspeitos.

Ainda de acordo com a administração, o Acácias teve 288 mortes confirmadas para coronavírus e 66 suspeitas. No total, portanto, 1.252 pessoas que faleceram vítimas da doença ou que tiveram casos suspeitos jazem nos três cemitérios. 

Monumento
Monumento "Memorial", em homenagem às pessoas que morreram de covid-19 (Foto: Celso de Menezes)

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários