Alerta de dengue: veja lista de bairros com mais criadouros em Campinas.
Reprodução
Alerta de dengue: veja lista de bairros com mais criadouros em Campinas.


Leia Também

Um mapeamento feito pela secretaria de Saúde de Campinas informou que 11 bairros do município acumulam o maior número de criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue . Nesta semana, a Prefeitura de Campinas realiza Semana de Prevenção de Arboviroses - veja ações abaixo.

O mosquito responsável pela transmissão do vírus que causa doenças como dengue e também zika e chikungunya, foi identificado em diversas pontos da cidade, desde o Centro até o Jardim Viracopos.

Ao todo, já são 2.298 casos confirmados em Campinas em 2021. Segundo o boletim, os 11 bairros mais afetados são:

OS BAIRROS

- Centro

- Conjunto Residencial Mauro Marcondes

- Jardim Alvorada

- Jardim Melina 1

- Jardim Nova Europa

- Jardim Planalto de Viracopos

- Residencial Campo Florido

- Taquaral

- Vila Proost de Souza

AÇÕES

Entre as ações previstas estão:

- 10 áreas com ações de controle de criadouros nos imóveis

- 15 áreas com ações de de controle de criadouros e telagem de caixas d'água

- 10 ações educativas

- 6 treinamentos para equipes



LIMPEZA NAS CASAS

No bairro Satélite Íris 1, a moradora Elizene conta que está sempre atenta à limpeza e higiene de casa. Para não deixar água acumulada, ela usa pedriscos e fura os recipientes plásticos.

O objetivo, segundo Elizene, é evitar o mosquito da dengue, doença que ela e o filho já tiveram. "Foi horrível, fiquei três dias sem conseguir andar, sem conseguir levantar. E fiquei com as plaquetas muito baixas", contou.

O Jardim Lisa é outro bairro que está no mapeamento da secretaria municipal de Saúde. É mais um lugar que aumenta a estatistica da dengue. Já são 2.298 casos em campinas. E as regiões mais afetadas precisam de atençâo redobrada.

COMBATE À DENGUE


A Prefeitura diz que os agentes de saúde já visitaram mais de mais de 1 milhão de casas no trabalho de combate à dengue. Além de retirar mais de 40 toneladas de lixo irregular.

O Devisa (Departamento de Vigilância em Saúde) de Campinas se preocupa com a proximidade do período de chuva, que pode aumentar os casos.

"Quando uma pessoa está com dengue, o vírus está circulando no sangue dela. E aí, o mosquito vem, pica e se não matar o mosquito, ele vai para a próxima pessoa e o ciclo se mantém. Então, é muito importante a população tirar os criadouros dos locais da casa dela", disse a diretora do Devisa, Andrea von Zuben.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários