Fundação Casa: 182 adolescentes de Campinas serão beneficiados com programa de inserção.
Marcos Santos/USP Imagens
Fundação Casa: 182 adolescentes de Campinas serão beneficiados com programa de inserção.


Após o governo do Estado de São Paulo anunciar ontem (13) o lançamento do Programa Minha Chance , voltado a jovens da Fundação CASA para capacitação e inserção no mercado de trabalho, a secretaria informou que 182 adolescente de Campinas poderão ser beneficiados com a medida.

Em Campinas, existem cinco centros socioeducativos, sendo eles: CASA Andorinhas, Campinas, Jequitibá, Maestro Carlos Gomes e Rio Amazonas. 

Leia Também

Segundo o governo de São Paulo, a ação inédita visa encaminhar à empregabilidade até 14,6 mil adolescentes. O investimento será de mais de R$ 25 milhões no programa. 

"Estamos cumprindo um programa de reinserção no mercado formal de trabalho para que os jovens da Fundação CASA possam ter uma nova etapa de vida; uma vida digna e correta com a remuneração pelo seu trabalho. A melhor assistência social é o emprego, a carteira assinada e a possibilidade de evoluírem", disse o governador de São Paulo, João Doria (PSDB). 

Leia Também

 "Isso vai restabelecer a dignidade desses jovens e vai ser um exemplo de São Paulo para o Brasil", completou. 

O PROGRAMA

O Programa Minha Chance se destina a jovens que cumprem medidas socioeducativas de internação e semiliberdade ou programas de internações provisória e sanção.

"O objetivo é que estes jovens que vão passar pelo programa de pós-medida tenham um acompanhamento e uma ponte com o mercado de trabalho para evitar a reincidência em atos infracionais", destacou o Secretário da Justiça e Cidadania e Presidente da Fundação CASA, Fernando José da Costa.

Doria e o Secretário de Justiça assinaram o termo de colaboração com a OSC (Organização da Sociedade Civil Rede Cidadã), responsável pela gestão do programa. A instituição foi selecionada por meio de processo licitatório, com edital de chamamento público divulgado em setembro deste ano. O termo de colaboração terá prazo de 22 meses.



EMPREGO  

O Programa de Empregabilidade da Fundação CASA v ai fazer o encaminhamento dos jovens para cursos de capacitação profissional compatíveis com a escolaridade, buscar a inserção no mercado de trabalho e oferecer mentoria no processo de adaptação à vaga, com acompanhamento por seis meses durante a permanência no emprego.

Além disso, a Organização Social será responsável por prestar serviços de triagem, sensibilização e monitoramento sobre vinculação e permanência no ensino formal após o cumprimento da medida. Também serão realizadas ações de desenvolvimento de competências socioemocionais dos adolescentes.

"O programa utilizará ações de suporte aos adolescentes nas áreas de assistência social, educação, saúde, capacitação e empregabilidade", afirmou Costa.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários