Campinas vai pagar adicional a médicos para enfrentar epidemia.
Carlos Bassan/Prefeitura de Campinas
Campinas vai pagar adicional a médicos para enfrentar epidemia.

O prefeito de Campinas, Dário Saadi (Republicanos), confirmou nesta quarta-feira (29) que vai pagar um adicional emergencial de R$ 1.004,12 para os médicos que trabalharem nos plantões de segunda, sexta, sábado e domingo.

A medida é válida para as UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) Anchieta, São José, Carlos Lourenço e Campo Grande e serve para reforçar o atendimento diante da epidemia de gripe e da alta de quadros e sintomas gripais na cidade.


Leia Também

O pagamento será feito até 31 de janeiro para os trabalhos diurnos, de 7h às 19h, e também noturnos, de 19h às 7h. O decreto, que deve ser publicado no DOM (Diário Oficial do Município) nesta quinta (30), entra em vigor em 1º de janeiro.

"O surto dessa síndrome multiplicou por cinco o total de atendimentos nas nossas unidades de saúde. O objetivo de reforçar as equipes", afirmou o prefeito.

Atualmente, o adicional já é pago para os médicos das UPAs nos plantões de Natal e Ano Novo. Além disso, segundo a prefeitura, os profissionais que atuam aos fins de semana na UPA Campo Grande já recebem o valor desde o dia 7.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários