Com alerta de fortes chuvas, Campinas monitora áreas de risco.
ARQUIVO PMC
Com alerta de fortes chuvas, Campinas monitora áreas de risco.


Com o alerta da Defesa Civil Estadual para chuvas fortes a partir dessa quarta-feira (5) até sábado (8), a Prefeitura de Campinas está monitorando 26 áreas de risco. Os locais foram mapeados pelo Serviço Geológico Federal e classificados como alto risco de deslizamento e inundações.

Segundo a Defesa Civil Municipal, que está realizando a Operação Verão neste mês, o monitoramento ocorre 24 horas por dia, por meio de uma equipe de 29 servidores que se revezam para atender as ocorrências.

"O monitoramento é feito em plantões, 24 horas por dia. Emitimos SMS para a população e atendemos as ocorrências", disse o diretor da Defesa Civil de Campinas, Sidnei Furtado.

Uma dessas áreas é o Jardim do Lago Continuação, que está com risco de desabamento em uma área. Em dezembro, duas casas foram demolidas após as fortes chuvas registradas no mês. Agora, de acordo com a Prefeitura, mais três famílias que têm casas na viela do bairro podem passar pela mesma situação nesta semana.

De acordo com Furtado, o mês de janeiro tem como característica ser o mais chuvoso do ano, e, por isso, são esperadas ocorrências relevantes. Além do monitoramento de Campinas, o órgão estadual também atua emitindo alertas para todas as cidades paulistas.

"Recomendamos o cadastro no telefone no SMS 4099 (veja como fazer abaixo). Ainda mais neste período que chove a qualquer hora e com este alerta que vigora até sábado. Além disso, com essas chuvas recorrentes, não precisa ventar muito, porque o solo está já encharcado, o que pode representar um potencial de risco mais alto", disse ele.

Com isso, as orientações são evitar estacionar carros debaixo de vegetação e também ficar atento a risco de queda de muros e paredes - justamente por conta desse encharcamento do solo.

O ALERTA

Por conta das chuvas dos próximos dias, a Defesa Civil do Estado de São Paulo emitiu um Aviso de Risco Meteorológico válido entre o período de quarta-feira (5) e sábado (8).

Essas precipitações ocorrerão com intensidade forte e serão seguidas por raios, vento e até mesmo queda de granizo em pontos mais isolado, além dos acumulados expressivos.

Como o solo já está bem encharcado devido as chuvas dos últimos dias, o órgão recomenda que tanto os munícipes quanto os municípios, mantenham atenção às áreas mais vulneráveis, uma vez que o risco para transtornos permanece bem elevado.

Leia Também



ÁREAS DE RISCO DE CAMPINAS

- Vale das Garças - Vila Holândia;

- Jardim Santa Mônica, Jardim São Marcos e Jardim Campineiro;

- Jardim Ipaussurama;

- Jardim Rossin e Jardim Florence II;

- Jardim Florence I;

- Jardim Campo Grande;

- Sousas (Rua Quinze de Novembro "Beco do Mokarzel");

- Jardim Novo Flamboyant "Buraco do Sapo";

- Jardim Novo Flamboyant;

- Jardim Itatiaia, Jardim São Fernando e Jardim Baronesa;

- Jardim Andorinhas;

- Jardim Tamoio (Rua Salomão Abud)

- Parque Oziel;

- Jardim Monte Cristo, Jardim do Lago I e Jardim das Bandeiras II;

- Jardim Irmãos Sigrist;

- Jardim Santo Antônio (Rua Martinica);

- Parque Universitário (Avenida Aglaia);

- Jardim Campos Elíseos.


COMO SE CADASTRAR

Para se cadastrar no SMS da Defesa Civil de Campinas, a pessoa pode mandar uma mensagem de texto para o número 40199 colocando o CEP no assunto. Vale ressaltar que a pessoa deverá mandar um SMS para cada CEP que deseja cadastrar.

Com isso, o cidadão passará a receber os avisos assim que a Defesa Civil detectar uma situação de risco que está dentro da área do CEP indicado.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários