Chácara em Campinas onde a vítima foi feita refém.
Divulgação PM
Chácara em Campinas onde a vítima foi feita refém.


Um idoso de 65 anos foi sequestrado e mantido refém de criminosos por mais de cinco horas na tarde de ontem (3) em Valinhos . O sequestro aconteceu por volta de 14h30 na estrada que dá acesso ao Clube de Campo de Valinhos, local que era o destino da vítima. 

Segundo a Polícia Militar, o homem foi levado para dois cativeiros, sendo o segundo uma chácara que foi alugada pelos criminosos no bairro Cidade Singer, em Campinas. 

A quadrilha se dividiu, sendo que parte tomava conta do idoso e parte faziam extorsões usando cartões bancários e o celular da vítima. 

Leia Também

Com o telefone, os criminosos ligaram para familiares e exigiram R$ 300 mil para a libertação. A família acionou a PM, mas antes da chegada dos policiais a vítima conseguiu fugir do cativeiro . Na fuga, o idoso teve ferimentos em um dos braços e na mão. 

"Me largaram sozinho com um cara só, ai na hora que ele saiu eu consegui me desamarrar e sai na rua, pedi socorro. Pensei vou ter que correr se não eu morro", relatou a vítima, que preferiu não se identificar. 

VIOLÊNCIA

Leia Também

O idoso afirma que foi agredido pelos criminosos, que usavam de violência para tentar mais dinheiro. "Deram pancada, coronhada, chute, enfiavam dedo no olho, queriam dinheiro, falavam que ia cortar meu dedo...", afirmou. 

Em patrulhamento na região, equipes da PM suspeitaram de um homem que tentou fugir e se livrar de uma pistola. Depois da prisão a equipe descobriu que ele fazia parte da quadrilha envolvida no sequestro. 


O homem já tinha passagem por roubo e receptação e agora vai responder por sequestro. A Polícia Civil vai investigar o caso para tentar identificar os outros criminosos envolvidos no crime. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários