Internação de crianças por síndrome respiratória sobe 18,9% em Campinas
Reprodução: ACidade ON
Internação de crianças por síndrome respiratória sobe 18,9% em Campinas

Campinas registra nesta quarta-feira (19) 44 pacientes pediátricos internados com SRAG (síndrome repiratória aguda grave) na Rede Mário Gatti. O número é 18,9% superior ao registrado na semana passada, quando a rede de urgência e emergência tinha 37 crianças nesta situação. 

Do total desta quarta, 14 estão em UTIs (unidades de terapia intensiva), sendo 13 com ventilação mecânica. Os outros 30 estão em enfermarias. Entre os internadaos, dois estão com quadros estáveis e boa evolução de covid-19. Na semana passada, não havia paciente com a doença.  

MEDIDA 

Devido ao aumento nas internações, principalmente de casos mais graves, 10 leitos de UTI-Covid adultos serão convertidos para pediátricos no Hospital Ouro Verde. A medida deve acontecer no próximo dia 24, segundo a rede de urgência e emergência. 

Leia Também

Leia Também

"As internações de adultos serão direcionadas para a Unidade Hospitalar Mário Gatti-Amoreiras e para leitos que a pasta de Saúde está comprando na rede privada para atendimento aos pacientes do SUS Municipal (serão 20 de UTI e 24 de enfermaria para adultos e dois leitos neonatais)", informou a rede através de comunicado. 


OUTROS NÚMEROS 

Vivendo uma situação de alta nos casos desde o fim do ano passado, Campinas atendeu 8.750 crianças com sintomas gripais nas unidades da Rede Mário Gatti entre 1º de janeiro e esta terça-feira (18). A média diária é de 486 atendimentos. 

Ainda conforme o balanço da rede de saúde, as crianças representam 25,3% do total de atendimentos no mesmo período. Somente ontem, foram atendidos 443 pacientes pediátricos nos hospitais municipais e UPAs (unidades de pronto de atendimento).

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários