Campinas é a 13ª cidade do país que mais abriu vagas de emprego em 2021
Reprodução: ACidade ON
Campinas é a 13ª cidade do país que mais abriu vagas de emprego em 2021


Campinas está entre as 20 cidades do país que mais abriram postos formais em 2021, de acordo com dados divulgados nesta segunda-feira (31) pelo Ministério do Trabalho. A métropole registrou 22.365 postos formais, ficando assim em 13º lugar no ranking (veja abaixo).

Já a capital do estado, São Paulo, liderou o levantamento, com 336.836 vagas formais abertas em 2021. O número não surpreende, uma vez que a cidade tem a maior população do país, com cerca de 12,3 milhões de habitantes.

Em segundo lugar aparece a cidade do Rio de Janeiro, com 81.389 postos formais abertos, seguida da capital mineira. Belo Horizonte registrou 56.011 vagas formais abertas em 2021.

AS CIDADES

1º - São Paulo (SP) - 336.836
2º - Rio de Janeiro (RJ) - 81.389
3º - Belo Horizonte (MG) - 56.011
4º - Brasília (DF) - 56.011
5º - Curitiba (PR) - 42.835
6º - Fortaleza (CE) - 37.037
7º - Goiânia (GO) - 35.251
8º - Manaus (AM) - 32.712
9º - Salvador (BA) - 30.868
10º - Barueri (SP) - 30.577
11º - Recife (PE) - 28.710
12º - Osasco (SP) - 24.075
13º - Campinas (SP) - 22.365
14º - São Luís (MA) - 20.571
15º - João Pessoa (PB) - 15.361
16º - Porto Alegre (RS) - 15.044
17º - Cuiabá (MT) - 14.895
18º - Maceió (AL) - 14.682
19º - Belém (PA) - 14.345
20º - Ribeirão Preto (SP) - 14.240


NO BRASIL

De acordo com os dados do Novo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), o ano de 2021 encerra com saldo positivo e histórico de 2.730.597 milhões de novas vagas de emprego no Brasil.

SETORES

No ano de 2021, o grande destaque foi o setor de serviços, com saldo positivo de 1.226.026 novos postos de trabalho formais, distribuídos principalmente no grupamento Informação, comunicação e atividades financeiras, imobiliárias, profissionais e administrativas que apresentou saldo positivo de (663.808), no grupamento administração pública, defesa e seguridade social, educação, saúde humana e serviços sociais (216.516) e no de alojamento e alimentação (158.970).

Na sequência, aparece o setor de comércio, com geração de 643.754 novos postos de trabalho formais em 2021, com destaque para supermercados (43.128), comércio de produtos farmacêuticos (36.257) e minimercados, mercearias e armazéns (29.312).

O setor do comércio também foi o grande destaque do mês de dezembro, com a geração de mais de 9.013 mil novos postos de trabalho formais, distribuídos principalmente nas atividades de comércio de artigos de vestuário e acessórios (8.380) supermercados (4.579) e comércio de combustíveis (1.802).

Leia Também



REGIÕES

No acumulado do ano de 2021, todas as unidades da federação registraram saldos positivos, as campeãs foram São Paulo (814.035), Minas Gerais (305.182) e Rio de Janeiro (178.098). Já em dezembro de 2021, os destaques foram para Alagoas (615 postos gerados) e Paraíba (61).

Todos os anos historicamente o mês de dezembro possui muitos desligamentos, tendo em 2021 o saldo ficado em - 265.811 postos de trabalho.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários