Vice-prefeito Wandão apresentou o Programa
Adriano Rosa/PMC
Vice-prefeito Wandão apresentou o Programa "Em Dia com a Sanasa" no ano passado.


Leia Também

A Sanasa informou que arrecadou R$ 21,3 milhões com o programa de renegociação de débitos. O acumulado de dívidas não pagas era estimado em R$ 82,6 milhões. 

O programa, denominado 'Em Dia com a Sanasa' disponibilizou negociações de novembro do ano passado até o último dia 15 de janeiro. Ao todo, 7.005 parcelamentos foram feitos durante o período, por meio de internet ou nas agências. 

EXPECTATIVA E ADESÃO 

Ao anunciar o programa em novembro, a empresa estimava um total de 25 mil a 30 mil devedores na cidade. 

Segundo a Sanasa, de 2011 a 2019 a inadimplência dos clientes chegou a R$ 38,5 milhões. Já nos anos de 2020 e 2021 somados, as dívidas não pagas, chegaram a R$ 44,1 milhões, ou seja, acumulados de R$ 82,6 milhões.  

Já com os débitos corrigidos, de 2011 até esse ano a empresa citava uma inadimplência estimada em R$ 148,1 milhões. Destes, R$ 21,3 milhões foram negociados e já estão em processo de pagamento.   

A Sanasa avaliou que a ação teve um retorno positivo, e afirmou que agora a empresa fará a busca ativa dos inadimplentes por meio de mensagens nas contas ou cartas para a regularização de pendências financeiras. 



O PROGRAMA

Essa foi a primeira vez que a Sanasa fez um programa específico com descontos em multas para inadimplentes, apesar da empresa já realizar renegociações com os clientes. 

O programa foi voltado para todos os consumidores com dívidas até 31 de outubro de 2021. A iniciativa disponibilizou até 100% de descontos em multas e juros em dívidas, abrangendo pendências antigas e atuais. Para clientes residenciais, o parcelamento pode ser feito até 48x. Já clientes da categoria comercial e industrial puderam parcelar débitos em até 60 vezes. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários