Vítima foi rendida na parte externa do terreno.
Divulgação/Deic
Vítima foi rendida na parte externa do terreno.


Um homem de 30 anos foi preso em Campinas na manhã desta segunda-feira (7) por policiais da Deic (Divisão Especializada de Investigações Criminais). Ele é suspeito de invadir uma chácara, render uma família e roubar R$ 6 mil através do sistema Pix. 

A prisão aconteceu durante o cumprimento de mandados de busca e apreensão e de prisão temporária em dois conjuntos habitacionais no Parque Itajaí (veja abaixo o vídeo com imagens do crime e da ação policial).

De acordo com a Polícia Civil, o crime aconteceu em 31 de dezembro de 2021, no bairro Floresta Escura, em São Pedro, na região de Piracicaba. Na ocasião, dois bandidos armados entraram no terreno, anunciaram o crime e ameaçaram as vítimas. 

Antes de fugir, além de ameaçar as pessoas e roubar vários pertences do local, a dupla criminosa fez uma transferência bancária via Pix no valor de R$ 6 mil. 

Leia Também

INVESTIGAÇÕES 

Com apoio de equipes de segurança do banco, os policiais civis identificaram uma conta no nome de uma mulher na qual foi realizada a transferência. De acordo com os investigadores, a própria titular registrou um boletim de ocorrência dias depois. 

Leia Também

"Após receber sua parte, após bloqueio da conta, procurou uma delegacia e registrou ocorrência por estelionato, tentando justificar, uma vez que recebeu o dinheiro a pedido do namorado e descobriu que era de uma vitima de roubo", detalhou a Deic. 

Com as informações, as equipes da 1ª DIG (Delegacia de Investigações Gerais) conseguiram identificar um dos autores e os mandados de busca foram autorizados pela 2ª Vara Criminal de São Pedro. O suspeito foi localizado na própria casa, em Campinas. 

Na residência dele, foram encontrados R$ 600 em notas falsas de R$ 20. Levado à sede da DIG, ele foi reconhecido pelas vítimas e foi preso temporariamente por cinco dias. O delegado responsável, porém, deve solicitar a prisão preventiva do acusado. 


O homem vai cumprir a prisão temporária na cadeia píblica anexa ao 2º DP (Distrito Policial), no São Bernardo, em Campinas. O outro bandido ainda não foi identificado.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários