Chopeira foi devolvida ao proprietário.
Divulgação
Chopeira foi devolvida ao proprietário.


Um homem de 22 anos foi preso após tentar vender uma chopeira na internet que não devolveu à uma empresa após consumir o chopp. De acordo com a Polícia Civil, a empresa registrou boletim de ocorrência por apropriação indébita há um mês.

A chopeira estava sendo vendida em um site de compra e venda de produtos on-line por R$ 3 mil. De acordo com a Deic (Divisão Especializada de Investigações Criminais), a empresa de revenda de chopp vendeu o produto para o cliente e emprestou o barril de chopp para o consumo. Porém, o equipamento que armazena o chopp nunca foi devolvido.

A INVESTIGAÇÃO

Os policiais iniciaram a investigação juntamente com a vítima, passando a acompanhar sites de vendas em redes sociais. Em um deles, a chopeira foi localizada.

A equipe policial entrou em contato com o vendedor e pediu para ver o produto, marcando assim local de encontro. A vítima, ao ver a chopeira, reconheceu ela de imediato. Neste momento, o homem foi preso em flagrante.

Leia Também


NA DELEGACIA

Na delegacia, o acusado chegou a dizer que adquiriu a chopeira por R$ 2,2 mil na feira do rolo da cidade, sendo que o valor de mercado, é de R$ 8 mil. No site, o homem preso estava tentando vendê-la por R$ 3 mil.

Ele foi conduzido a 1ª DIG (Delegacia de Investigações Gerais) e autuado por receptação culposa. A fiança foi paga e, com isso, o homem foi liberado para responder o crime em liberdade.

O representante da empresa e proprietária do equipamento também foram à delegacia e, após reconhecimento formal, recuperaram a chopeira.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários