Campinas vacina crianças em quatro escolas nesta quarta.
Fernanda Sunega/PMC
Campinas vacina crianças em quatro escolas nesta quarta.


O Campinas Vacina Mais/Escolas, parceria da Saúde municipal com as secretarias de Educação do município e do Estado, continua nesta quarta-feira (23). No total, quatro escolas vão vacinar alunos de 5 a 11 anos hoje.

A medida começou na segunda-feira nas escolas Municipal de Ensino Fundamental/Educação de Jovens e Adultos "Oziel Alves Pereira", no Jardim Monte Cristo, e Estadual "Hilda Hilst", no Jardim Vista Alegre.

Ontem (22), foram vacinados alunos de duas escolas municipais de Sousas (CEI Zuleika Hellmeister Novaes e EMEF/EJA Angela Cury Zakia).

COMO É

As vacinas são aplicadas pelas equipes dos centros de saúde em crianças que apresentam a autorização preenchida e assinada pelos pais ou responsável legal e documento com foto.

Se a criança não tiver identificação com foto, deve apresentar a certidão de nascimento e um documento com foto dos pais ou responsável. A autorização será entregue pela unidade escolar pelo menos um dia antes da vacinação.

Nesta semana estão programadas seis escolas municipais e sete estaduais. No entanto, outras unidades podem ser incluídas nos próximos dias.

BALANÇO

Em Campinas, 39,4% das 112.275 crianças de 5 a 11 anos têm a primeira dose da vacina.  No final de 2021, o Campinas Vacina Mais/Escolas vacinou adolescentes de 12 a 17 anos em dez escolas estaduais.

PROGRAMAÇÃO DE HOJE


- Escola Estadual Residencial São José (Rua Lúcia Craveiro Bressan, s/nº, Residencial São José).

- Escola Estadual Magalhães Teixeira (Rua José Alves Ferreira, 95 - Vila Renascenca)

- Escola Municipal de Ensino Fundamental Professora Elza Maria Pelegrini Aguiar (Rua Anajé, s/nº) Pq D. Pedro II

- Escola Municipal de Ensino Fundamental e Educação Integral/ Educação de Jovens e Adultos Raul Pila (Rua Promissão, 230 - Jardim Flamboyant);

Leia Também


COMPROVANTE DE VACINAÇÃO

A secretaria de Educação de Campinas confirmou que incluiu o comprovante de vacinação contra a covid-19 entre os documentos necessários para a matrícula de crianças e adolescentes nas escolas da rede municipal.

Apesar do pedido do comprovante, por lei, a falta da vacinação não tira o direito da criança de ser matriculada ou de frequentar as aulas. Na prática, o documento serve para que a saúde e a assistência social identifiquem e contabilizem os não vacinados.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários