Coletiva foi feita para anunciar o chamamento público da IMA.
Reprodução/Facebook
Coletiva foi feita para anunciar o chamamento público da IMA.


A IMA (Informática dos Municípios Associados) abre em Campinas nesta quinta-feira (24) um chamamento público para atrair empresas privadas de tecnologia interessadas em parcerias. O intuito é desenvolver a inovação tecnológica na Administração municipal. 

Na transmissão on-line sobre o assunto via Facebook, áreas como cybersegurança, telemedicina, qualificação profissional e modernização administrativa foram citadas pelo diretor-presidente da IMA, Elias Tavares, e pelo prefeito, Dário Saadi (Republicanos). 

Tavares explicou que não haverá qualquer tipo de restrição para manifestação de interesse, já que a ideia é que os parceiros auxiliem de modo amplo no desenvolvimento das tecnologias que são necessárias para o serviço prestado pela empresa municipal. 

Leia Também

"Vamos aceitar de startups até grandes empresas que tenham interesse em desenvolver com a IMA. E são produtos 100% IMA. A gente não vai ser, como se diz por aí, barriga de aluguel. Não existe isso. Na verdade a gente vai desenvolver tecnologias 100% IMA", disse. 

Para o prefeito, a iniciativa privada pode oferecer ao serviço público toda a tecnologia de ponta disponível no mercado. Por esse motivo, defende a medida por entender que as tecnologias usadas pela Prefeitura no cotidiano terão um salto considerável de qualidade. 

Leia Também

"Até então a IMA fica desenvolvendo soluções, desenvolvendo tecnologias para o setor público. Enquanto o setor privado, com milhares de empresas, é muito mais ágil do que empresas públicas no sentido de desenvolvimento de soluções e tecnologias", enfatiza. 


Ainda durante a live, Dário também alegou que o objetivo é otimizar os serviços prestados à população. Como exemplos, citou assinaturas de contratos e pagamentos, processos que se tornariam mais fáceis, simples e acessíveis com as parceiras a serem desenvolvidas. 

O PROCESSO

A partir da criação e da publicação do edital no DOM (Diário Oficial do Município) nesta quinta, serão necessários mais três passos para a formalização dos acordos com as interessadas: análise das propostas, memorando de entendimento e acordo comercial.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários