Equipes estarão nas ruas para evitar aglomerações e festas não autorizadas.
ARQUIVO PMC
Equipes estarão nas ruas para evitar aglomerações e festas não autorizadas.


Campinas fará operações de fiscalização para evitar aglomeração e festas não autorizadas durante o período de Carnaval. A data festiva começa nessa sexta-feira, 25 e segue até a próxima terça-feira, dia 1º.

Vale destacar que o Carnaval oficial em Campinas já havia sido cancelado no final do ano passado por causa da pandemia de coronavírus . Em janeiro deste ano, o prefeito, Dário Saadi (Republicanos), decidiu proibir todos os eventos de Carnaval , inclusive as festas particulares por causa do aumento de casos da nova variante do vírus (ômicron). 

Segundo a Administração, as secretarias municipais de Segurança, Guarda Municipal e Planejamento e Urbanismo farão fiscalizações em conjunto, para evitar aglomerações em eventos clandestinos e descumprimento em bares, restaurantes e locais de entretenimento, cultura, esportes e lazer. 

COMO SERÁ

"Os fiscais da secretária de Planejamento e Urbanismo irão reforçar a atuação durante os próximos dias, agindo com a Guarda Municipal de Campinas em toda a cidade", informou a pasta por meio de nota. 

Já o setor de fiscalização do Departamento de Controle Urbano e os GMs estarão nas ruas para evitar que haja aglomerações e que ocorram festas não autorizadas. 

Leia Também

As equipes também vão verificar o cumprimento dos alvarás de bares e restaurantes e de locais de eventos que estejam funcionando, para ver se estão dentro da legalidade e seguindo as normas de prevenção contra a covid-19. 

CAPACIDADE PERMITIDA

Mesmo os locais com alvarás para entretenimento e de música ao vivo, por exemplo, que estão autorizados a funcionar, devem seguir as regras do decreto nº 21.984, de 17 de fevereiro, que estabeleceu novo limite de público para eventos. 

Leia Também

Com a nova regra, o público sentado permitido passou a ser de 70% da ocupação do estabelecimento. Para o público em pé, a norma permanece a mesma: 50% de ocupação do estabelecimento.

O decreto abrange estabelecimentos que realizam atividades e eventos de entretenimento, culturais, esportivos e de lazer. 

CANCELAMENTO DO CARNAVAL

A Prefeitura de Campinas confirmou em novembro passado o cancelamento do Carnaval oficial na cidade em 2022. O anúncio foi feito após uma decisão em conjunto dos prefeitos de cidades da RMC (Região Metropolitana de Campinas) de cancelar as festividades após o surgimento da nova variante e aumento de internações. 

Já no mês passado, a Prefeitura de Campinas decidiu cancelar também as festas de Carnaval particulares. A decisão municipal aconteceu um dia após o governador, João Doria (PSDB), recomendar a restrição aos municípios paulistas. 


A intenção, segundo a Administração é evitar a propagação do coronavírus, principalmente da variante ômicron, em ambientes fechados ou de grande aglomeração, como geralmente ocorre em salões e espaços de clubes e blocos carnavalescos. 

SP E RJ

As cidades do Rio de Janeiro e São Paulo adiaram os desfiles das escolas de samba do Carnaval para o fim de semana do feriado de Tiradentes, em 21 de abril. A decisão foi uma orientação das secretarias de saúde das duas cidades e foi motivada pela explosão de casos da covid-19 causados pela variante ômicron no início desse ano.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários