Dário Saadi fez anúncio sobre máscaras nesta quarta-feira (09).
Divulgação/PMC
Dário Saadi fez anúncio sobre máscaras nesta quarta-feira (09).


Leia Também

Seguindo a definição feita pelo governo do estado de São Paulo, a Prefeitura de Campinas anunciou nesta quarta-feira (9) a retirada da obrigação do uso de máscaras em locais abertos. 

Com isso, fica permitido estar sem a proteção nas ruas, praças e parques, além de estádios de futebol.  Em ambientes fechados, no entanto, a obrigação continua valendo para escritórios, salas de aulas e transporte público.

O secretário de Assuntos Jurídicos, Peter Panutto, explica que a mudança vale oficialmente após a publicação do decreto nesta quinta (10), mas que pessoas flagradas sem máscaras hoje não serão punidas. 

"Amanhã publicaremos. O uso de máscaras é obrigatórios em ambientes fechados e para pessoas com sintomas gripais. Em lugares abertos fica desobrigado o uso. Por bom senso, hoje não puniremos ", diz.

Vale explicar que, por regra, o município pode ser mais restritivo e não mais permissivo do que o Estado.

COMO FICA EM CAMPINAS

Sem máscara: ruas, praças, parques, pátios de escolas, estádios de futebol, centros de eventos, eventos ao ar livre

Com máscara:  ambientes fechados, escolas, transporte público e pessoas com sintomas gripais

NO ESTADO

No estado, o governo João Doria (PSDB) anunciou a retirada de obrigação de máscaras a partir de hoje por conta dos índices da pandemia de covid-19 e também do avanço da imunização em crianças e adultos.

O decreto com as novas regras foi publicado no início da tarde de hoje em edição extra do Diário Oficial.

Ainda segundo o governo paulista, até o dia 23 de março a liberação de máscara em todos ambientes também pode ser avaliada.



RECOMENDAÇÕES

O coordenador executivo do Comitê Cientifico de Covid-19, João Gabbardo, afirmou que apesar da flexibilização, há orientações para manter o uso da máscara em determinadas situações.

"Nós temos algumas recomendações, não é obrigatoriedade, mas são recomendações que o Comitê Científico mantém. As pessoas com sintomas gripais devem continuar usando máscara em qualquer lugar e em qualquer situação. Pessoas que não são vacinadas por qualquer razão também devem continuar usar máscara, assim como imunossuprimidos e pessoas com doenças crônicas. Em ambientes abertos e com grandes aglomerações, mesmo que não seja uma obrigatoriedade e não haja fiscalização, há uma recomendação para que as pessoas se protejam, principalmente aquelas que têm maior risco", explicou.

Segundo ele, há expectativa do comitê pra novos avanços em breve.

Leia Também

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários