Está valendo: uso de máscara em locais abertos não é mais obrigatório.
Divulgação/PMC
Está valendo: uso de máscara em locais abertos não é mais obrigatório.


A Prefeitura de Campinas publicou na manhã desta quinta-feira (10), no Diário Oficial, o decreto municipal que retira a obrigação do uso de máscaras em locais abertos. A medida é válida a partir de hoje (10). 

Com isso, fica permitido estar sem a proteção nas ruas, praças e parques, além de estádios de futebol. Em ambientes fechados, no entanto, a obrigação continua.  O decreto também libera a ocupação máxima de público em eventos de toda a natureza.

A decisão da flexibilização foi anunciada na tarde de ontem (9) pelo prefeito de Campinas, Dário Saadi (Republicanos), durante uma coletiva de imprensa. A medida veio logo após o governo do Estado definir pela retirada da obrigação do uso de máscaras em ambientes ao ar livre.  

O DECRETO

O decreto publicado hoje altera artigos de decretos anteriores, que estipulavam o uso obrigatório da máscara de proteção em todos os ambientes. Agora, o uso obrigatório da proteção facial é determinado apenas em ambientes fechados, durante toda permanência no local. 

Com a mudança, pessoas que forem flagradas sem máscara em ambientes abertos também não serão mais punidas, e o uso nesses casos passa a ser opcional. 

COMO FICA:

- Sem máscara: ruas, praças, parques, pátios de escolas, estádios de futebol, centros de eventos e eventos ao ar livre.
- Com máscara: ambientes fechados, escolas, transporte público e pessoas com sintomas gripais. 

Leia Também

RECOMENDAÇÕES

Leia Também

Segundo o decreto, fica recomendado o uso de máscara em ambientes abertos nos quais não seja possível manter distanciamento mínimo de 1 metro às pessoas imunossuprimidas, gestantes, idosas e/ou portadoras de doenças crônicas. 

Também é recomendado o uso para crianças pertencentes ao grupo de risco da covid-19 que não tenham completado o ciclo vacinal. 

Durante o anúncio feito ontem, a Prefeitura citou também a orientação para uso de máscara para pessoas que apresentem sintomas gripais. 


O ANÚNCIO

Entre as alegações para o fim da obrigatoriedade do uso de máscaras, Campinas detalhou que houve redução de 95,9% de mortes por covid-19 desde a última semana de janeiro. 

Conforme a diretoria do Devisa (Departamento de Vigilância em Saúde), Andrea von Zuben, após um crescimento vertiginoso de confirmações no início do ano, a situação do município atualmente é confortável. 

"Entre o número de casos confirmados desde o primeiro caso da ômicron em novembro, hoje temos redução de 98,9% de infecções graves e casos leves das síndromes respiratórias", argumentou ela.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários