Medicamento era produzido por farmacêutica.
Reprodução/Sanofi Medley
Medicamento era produzido por farmacêutica.


A farmacêutica Sanofi/Medley, que tem sede em Campinas, anunciou o recolhimento de três medicamentos com o princípio ativo "Losartana" do mercado. Isso porquê foram encontradas impurezas nos comprimidos que podem causar mutações e aumentar o risco de câncer. 

A Losartana é usada para tratar pressão alta e insuficiência cardíaca. A farmacêutica disse que o recolhimento é uma medida preventiva e que ocorreu em outros países. 

Segundo a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), as impurezas, chamadas de nitrosaminas, foram detectadas pela primeira vez em 2018, em um alerta global que envolveu agências reguladoras de todo o mundo. 

A Sanofi Medley informou que "mesmo com o risco desta substância em humanos ainda não ser conhecido, optou pelo recolhimento de todos os lotes com o potencial de conter esta substância, o qual foi aprovado pela Anvisa reforçando o compromisso da empresa com a qualidade de seus produtos e segurança dos pacientes". 

Leia Também

O recolhimento engloba os lotes dos produtos da Sanofi/Medley:

- losartana potássica + hidroclorotiazida 50 mg + 12,5 mg
- losartana potássica + hidroclorotiazida 100 mg + 25 mg
- losartana potássica 50 mg e 100 mg 

DESDE QUANDO?

Leia Também

Os medicamentos estão sendo recolhidos pela Sanofi Medley desde 20 de outubro de 2021. Segundo a empresa é um recolhimento voluntário, preventivo e gratuito para o consumidor, e está sendo realizado com o conhecimento das autoridades regulatórias e de defesa do consumidor. 


O TRATAMENTO

A interrupção abrupta do tratamento com produtos contendo losartana pode estar associada a riscos potenciais para os pacientes e deve ser monitorada cuidadosamente por um médico.  

O risco para a saúde de descontinuar abruptamente estes medicamentos sem consultar um profissional de saúde ou sem um tratamento alternativo é maior do que o risco potencial apresentado pela impureza em níveis baixos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários