Número de acidentes em Campinas caiu 15,9%
Divulgação
Número de acidentes em Campinas caiu 15,9%


Leia Também

Balanço divulgado nesta terça-feira (22) pela Emdec (Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas) apontou que a cidade reduziu, em três meses, 15,9% o número de acidentes no trânsito.

O balanço envolve os meses de novembro último a janeiro deste ano, em comparação com os três meses anteriores.

Em novembro, a empresa lançou a campanha "3Rs - Respeite, Repense, Reduza" , para reduzir o número de mortes no trânsito.

De acordo com os dados, foram registrados 227 acidentes, com e sem vítimas, incluindo também atropelamentos, entre agosto e outubro de 2021. Após a campanha, até janeiro deste ano, o número caiu para 191.

"Já tivemos uma redução significativa, e vamos continuar trabalhando. Além disso, estamos também com a campanha da John Boyd de reduzir as mortes em zero. Quando tivermos os números até abril teremos uma queda ainda maior e poderemos fazer o comparativo", disse o presidente da Emdec, Vinícius Riverete.

VEJA OS NÚMEROS


Acidentes sem vítimas
De 26 para 22 (-15,4%)

Acidentes com vítimas
De 175 para 150 (-14,3%)

Acidentes com vítimas fatais
De 11 para 9 (-18,2%)

Atropelamentos
Manteve-se em 10 em ambos trimestres

Atropelamentos fatais
De 5 para zero (-100%)

Total de acidentes
De 227 para 191 (-15,9).

A CAMPANHA

A campanha 3R foi lançada por conta dos acidentes com vítimas fatais, que no ano passado envolveram principalmente motociclistas.

Na época, 48% das mortes em acidentes de trânsito envolviam motos, sendo que este tipo representa 15% do número de veículos que circulam na cidade.

Com isso, desde então, foram implantadas também "faixas de espera" exclusivas para motos em cruzamentos semafóricos. Hoje, a cidade conta com cerca de 20 destes bolsões. Um balanço sobre isso também deve ser apresentado pela Emdec em breve.

"Nós vamos continuar com as campanhas grandes na Emdec, para conscientizar a sociedade, através da Educação. Antes de punir vamos educar", disse Riverete.

JOHN BOYD


Um levantamento divulgado no final de fevereiro apontou que a Avenida John Boyd Dunlop, uma das principais vias da cidade na região do distrito do Campo Grande, é recordista de acidentes da cidade. A via também é a que mais mata no trânsito de Campinas.



Dos 2.164 acidentes que aconteceram no ano passado em Campinas, 374 ocorreram na John Boyd, ou seja, 17% do total. Ainda segundo o levantamento, 12 pessoas morreram na avenida no ano passado.

Para tentar reduzir o índice de acidentalidade, a Prefeitura de Campinas anunciou também campanha com objetivo de reduzir o número de acidentes e mortes na avenida. As ações seguem até junho.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários