Inclusão: Unicamp fornece equipamentos para estudantes indígenas no Xingu
Reprodução: ACidade ON
Inclusão: Unicamp fornece equipamentos para estudantes indígenas no Xingu

Com aulas mantidas de forma on-line pelo agravamento a pandemia e visando a inclusão de todos os estudantes, a Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) conseguiu, através de uma expedição, levar equipamentos para estudantes indígenas no Xingu . Os estudantes receberam um notebook, um tablet e dois chips para acesso a internet.

Segundo a universidade, desde que a pandemia teve início, suspendendo as aulas presenciais, a equipe do Núcleo de Voluntariado já atendeu mais de mil solicitações de equipamentos por estudantes, entre computadores, notebooks e chips com pacote de internet.

Em relação aos estudantes indígenas, mais de cem demandas foram recebidas e atendidas, e para aqueles que retornaram às suas comunidades após a suspensão das atividades presenciais, no ano passado foram enviados chips com pacote de internet.

O PROCESSO

A professora Josianne Cerasoli, coordenadora do ODH (Observatório de Direitos Humanos), ao qual o Voluntariado está vinculado, destaca que alguns envios esbarram na dificuldade logística.  Os equipamentos foram levados pelo membro do Voluntariado, Felipe Martins durante uma expedição para o Xingu. 

Os equipamentos foram entregues aos estudantes indígenas Yanapa Mehinaku Kaikuru e Ahuagu Kuikuro, da Aldeia Afukuri, da etnia Kuikuro, no Mato Grosso. 

"Quando surge uma demanda todo mundo se mobiliza, faz contato e tenta dar um jeito de atender", disse Felipe. Ele conta também que os estudantes estavam com dificuldade para acessar as aulas, e que quando receberam os equipamentos rapidamente entraram na oca para usá-los. 

"A dificuldade do ensino remoto é real e é um desafio. A Unicamp tem uma política forte de inclusão, não é possível que esbarre num equipamento. A ênfase, então, não está no equipamento, mas na inclusão. Precisamos cumprir esse papel dentro da nossa política", afirmou Josianne. 

DOAÇÕES

Com o acesso remoto mantido pelo agravamento da pandemia, e ainda com o ingresso de novos estudantes em 2021, o grupo do Voluntariado reforça a necessidade de doações de equipamentos para ampliar a inclusão de todos os estudantes. 

Além das campanhas, a universidade também criou o PIDIU (Programa de Inclusão Digital para Ingressantes), que está destinando mil tablets a novos alunos. O Programa é voltado especialmente a estudantes atendidos pelos programas de inclusão social, com a ideia de fortalecer o empréstimo de equipamentos necessários às atividades acadêmicas remotas. 

Para isso, estão sendo aplicados recursos na aquisição de cerca de mil tablets, que estão em processo de compra. 

Você viu?

Através do PIDIU, são prioritariamente contemplados com o programa os estudantes ingressantes em seu primeiro acesso a um curso de graduação deferidos no SAE (Processo Seletivo de Bolsas do Serviço de Apoio ao Estudante), e aqueles ingressantes pelo ProFIS (Programa de Formação Interdisciplinar Superior). 


Para os ingressantes do ProFis/2021, segundo a Unicamp, será possível atender a todos que declararem necessitar do empréstimo. Os ingressantes bolsistas SAE serão atendidos considerando a sua posição no processo seletivo SAE. 

Canal para solicitar ou doar equipamentos

Para os estudantes que precisam de equipamentos, a orientação é que escrevam e-mail ao endereço [email protected] É preciso informar o nome, número do Registro Acadêmico (RA) e a solicitação. 

Para doações de equipamentos, o contato também pode ser feito através do e-mail [email protected] 

A professora Mara Patricia Mikahil, membro do Voluntariado e assessora da Pró-reitoria de Graduação, indica a importância da mobilização em torno da doação de equipamentos e destaca a atuação do grupo para que as destinações de equipamentos sejam feita da forma mais ágil possível. "Há uma dinâmica para tentar agilizar tudo de forma mais rápida possível a fim de não represar a atividade do aluno". 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários