Manifestantes saíram pela Avenida Francisco Glicério em direção à Anchieta.
Fabio Teodósio Costa
Manifestantes saíram pela Avenida Francisco Glicério em direção à Anchieta.

Um grupo de manifestantes se reuniu na manhã deste sábado (3) para um protesto contra o governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), no Centro, de Campinas.

Além de pedidos de impeachment do presidente e da aceleração da vacinação em todo o país, os manifestantes protestam contra as recentes acusações de corrupção com a suposto superfaturamento na compra dos imunizantes, como é o caso da vacina Covaxin e a da Astrazeneca. Ambos os casos foram apontados e são investigados na CPI da Covid.

Participam do protesto em Campinas moradores da cidade, entidades sindicais e estudantis, centrais de trabalhadores, movimentos de defesa pela moradia, indígenas e partidos políticos. Além de Campinas, manifestações contra o governo federal estão ocorrendo em capitais e outras cidades do país. 

Você viu?

EM CAMPINAS 

A concentração do ato começou às 9h30 no Largo do Rosário e por volta de 11h30 seguia em direção ao Paço Municipal. Durante o trajeto, todas as faixas da Avenida Francisco Glicério precisaram ser interditadas. Além dos manifestantes que levam faixas e cartazes com frases contra o presidente, o ato conta com carros de som.

Segundo os organizadores, o protesto saiu do Largo do Rosário e em seguida segue para a Avenida Anchieta. Em seguida os manifestantes seguem para a Avenida Senador Saraiva e retornam ao ponto inicial. 


Na manifestação é possível registrar que a maior parte das pessoas usa máscaras de proteção contra a covid-19, no entanto, há focos de aglomeração, apesar dos pedidos de distanciamento feito pela organização do evento. 

A Guarda Municipal, Polícia Militar e a Emdec (Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas) acompanham o ato.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários