Campinas inaugura três passagens áreas para fauna em estradas
Reprodução: ACidade ON
Campinas inaugura três passagens áreas para fauna em estradas

Três passagens de fauna aérea para travessia de animais foram inauguradas na manhã nesta quarta-feira (15) em Campinas.

As pontes conectam as margens de rodovias e permitem que animais silvestres circulem entre áreas verdes sem risco de atropelamentos. Durante a inauguração, uma das passagens já foi estreada por um sagui, flagrado por câmeras instaladas dos dois lados das pontes.

Leia Também

Duas das passarelas estão localizadas na Rodovia José Bonifácio Coutinho Nogueira (SP-81), na estrada que liga o distrito de Sousas ao distrito de Joaquim Egídio, na APA (Área de Proteção Ambiental) Campinas. A terceira fica na estrada da Rodhia, no distrito de Barão Geraldo.

O prefeito de Campinas, Dário Saadi, participou da inauguração simbólica das três passagens e descerrou uma placa educativa com explicações sobre o projeto, localizada próxima a passagem de fauna da estrada entre Sousas e Joaquim Egídio, na entrada do Parque Linear Ribeirão das Cabras, no quilômetro 1,5 da rodovia SP-81, em Sousas, na antiga estrada do bonde.

"É uma obra que mostra o caminho, que é o de fazer intervenções para proteger a nossa fauna dos Distritos de Sousas e Joaquim Egídio. É importante ressaltar esta parceria com o ICLEI (Governos Locais pela Sustentabilidade), que está financiando a obra através do Governo da Alemanha. É um modelo que a gente tem que replicar em outras rodovias, principalmente nos locais onde há grande quantidade de animais", disse o prefeito Dário Saadi.  

Leia Também

Passagens foram construídas em pontos para evitar atropelamentos (Foto: Fernanda Sunega/PMC)
Passagens foram construídas em pontos para evitar atropelamentos (Foto: Fernanda Sunega/PMC)

VALOR E DETALHES

Segundo a Prefeitura, o investimento foi de cerca de R$ 300 mil, financiado pelo ICLEI. As três passagens são iguais, formadas por uma estrutura metálica treliçada, com um vão de 15 metros de largura e 5 metros e meio de altura. Em cima deste apoio é colocado um assoalho de madeira, para que o animal não tenha contato com a estrutura metálica, por conta da temperatura. Nas duas extremidades é presa uma corda que liga as pontes à copa das árvores.



Cada cabeceira da estrutura tem uma câmera fotográfica acionada por movimento, capaz de fazer imagens estáticas e vídeos dos animais que atravessam. O objetivo é monitorar o local e verificar se a passagem está sendo utilizada pelos animais. A secretaria do Verde já capturou fotos de saguis usando a passagem. Também há sinalização de proteção, em cumprimento aos requisitos exigidos para as rodovias.

"Esta inauguração é uma homenagem aos nossos animais. Nós estamos inaugurando hoje, mas os animais já inauguraram, já começaram a circular. Cada passagem dessas têm duas câmeras armadilha fotográfica e nós já estamos monitorando e tivemos vários registros, principalmente dos primatas utilizando as passagens de fauna", disse o secretário municipal do Verde, Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Rogério Menezes.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários