Como preparar o seu e-commerce para vender mais em 2022.
Freepik/jcomp
Como preparar o seu e-commerce para vender mais em 2022.


Passados Black Friday e Natal, muitos gestores de e-commerce começam a pensar nos planejamentos para o próximo ano. Ainda que as principais datas promocionais aconteçam no fim do ano, a estratégia deve começar a ser traçada já nos primeiros dias de 2022. 

Ao todo, são ao menos 12 oportunidades para os lojistas venderem anualmente. Com a Pandemia, o mercado de lojas virtuais ganhou ainda mais força, daí a importância de ter organização. 

Segundo projeção da ABComm (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico), o setor de e-commerce movimentou cerca de R$16 bilhões entre os dias 15 de novembro e 24 de dezembro de 2021. 

A estimativa prevê um crescimento de 18% em relação ao último trimestre de 2020. O ticket médio deve ficar em torno de R$445, com maior volume de vendas em informática, celulares, eletrônicos, brinquedos, moda e acessórios. 

A partir disso, o especialista em e-commerce e fundador da Mailbiz, Vinicius Correa, listou quatro dicas para ajudar lojistas a venderem mais em 2022. 

Aproveite as principais datas do e-commerce

Ter um calendário com as principais datas do varejo no ano deve fazer parte de todo planejamento de e-commerce. Com ele, será possível antecipar e organizar estratégias com foco no aumento das vendas. 

Algumas delas são o período de férias, de dezembro até o início de fevereiro, que também tem o Carnaval. O Dia Internacional da Mulher, embora não seja famoso por recordes em vendas, pode servir de gancho para campanhas específicas. Isto sem falar no Dia das Mães, Pais e outros.  

Não é preciso citar Black Friday e Natal, em novembro e dezembro respectivamente. Mas, se você buscar no Google, vai ver que praticamente todos os meses do ano oferecem alguma possibilidade. 

Leia Também

Leia Também

Do que os consumidores gostam

Neste ponto, é importante ressaltar que o consumidor online considera outros aspectos durante a sua jornada de compras. O valor do frete, por exemplo, é um dos principais motivadores dos clientes. 

De acordo com levantamento realizado pela Ebit/Nielsen, o número de pedidos com frete grátis aumentou mais de 40% em 2020. 

Por outro lado, datas festivas e feriados costumam trazer compradores mais “motivados”. Em geral, em períodos assim, as pessoas estão mais propensas a entrar em lojas e gastar. Por isso, é fundamental oferecer bons valores e condições. 

De um modo geral, é preciso que os lojistas tenham a sensibilidade de enxergar os comportamentos dos consumidores. Segundo o relatório Webshoppers, também elaborado pela Ebit/Nielsen, as compras pela internet têm sido cada vez mais realizadas via dispositivos móveis. 

Além disso, no momento atual, vale lembrar que a humanidade de modo geral tem ficado mais tempo em casa. Por isso, é natural que alguns setores tenham mais destaque do que outros. Pense nisso. 

Use as oportunidades para aumentar a base de clientes

Caso não tenha uma estratégia de e-mail marketing, pode ser uma boa hora para começar a criar uma. O primeiro passo é construir ou organizar a suabase de contatos. A compra de listas prontas não é recomendada, mas existem estratégias para a obtenção de endereços de e-mail dentro da LGPD e que não desrespeitam os compradores. 


Uma delas é o uso dos Pop-ups. Eles nada mais são do que aquelas caixinhas abertas quando acessamos algum site. O lojista pode se valer desta ferramenta para captar o e-mail. Obviamente, nem todos vão compartilhar essa informação sem nada em troca. Então, é uma ótima oportunidade para oferecer um desconto. 

Comunique-se através de e-mail marketing

O e-mail é uma ferramenta fundamental na estratégia de vendas de qualquer e-commerce. Durante muito tempo, ele foi apenas uma ligação entre os dois pontos via internet, mas, hoje, é a forma mais rápida e certeira de se relacionar com sua base de contatos. E, no caso de datas especiais, o e-mail é perfeito para manter o público por perto. Além disso, o interesse gerado pelas datas é a oportunidade perfeita para engajar novamente contatos inativos e, é claro, para vender mais. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários