Funcionários de escolas de Campinas fazem greve por falta de pagamento (foto ilustrativa)
Reprodução/PMC
Funcionários de escolas de Campinas fazem greve por falta de pagamento (foto ilustrativa)


A rede de ensino de municial Campinas ficou com 75 escolas fechadas nesta quarta-feira (9) por conta de uma paralisação de funcionários de uma empresa terceirizada, que presta serviço de limpeza nas escolas municipais.

Ontem (8) a maioria dos alunos do CEI (Centro de Educação Infantil) Domingos Walter Schimidt, no bairro Vila San Martin, em Campinas, não foram recebidos depois que as equipes de limpeza da unidade fizeram greve alegando falta de pagamento. 

Segundo a secretaria de Educação, 75 escolas municipais foram afetadas e não abriram nesta quarta-feira. Entre elas, a paralisação afetou a CEI Profa. Leonor Motta Zuppi, no distrito de Barão Geraldo. Lá, mães não conseguiram deixar seus filhos hoje. 

Leia Também

Leia Também


"As crianças estão em uma semana de adaptação e houve todo um cuidado e planejamento da escola para que o acolhimento aos novos alunos ocorresse da melhor forma possível. A suspensão das aulas compromete esse processo. Esperamos que a Prefeitura tome as providências o mais rápido possível e que a empresa contratada cumpra com sua obrigação e pague o salário dos trabalhadores o mais rápido possível. As famílias dependem das creches municipais", afirmou uma mãe que pediu para não ser identificada. O filho de quase dois anos está passando por adaptação na unidade de Barão Geraldo. 

Leia Também

PROTESTO

Os funcionários da empresa terceirizada estão reunidos em um protesto na frente da Prefeitura, na região central de Campinas, agora pela manhã. Eles alegam que o pagamento não está sendo feito corretamente, e que pessoas que foram desligadas estão sem os pagamentos em dia. 

A informação é que durante a manhã uma reunião estava sendo feita entre funcionários e os responsáveis para resolver a questão. Procurada, a empresa responsável afirmou que "houve um problema sistêmico", que já foi resolvido e o pagamento será feito até quinta-feira (10).

Questionada, a secretaria de Educação afirmou que está fazendo um levantamento sobre as unidades da rede que possam ter sido afetadas nesta quarta-feira.

Confira a nota:

"A Prefeitura de Campinas informa que os repasses à empresa estão rigorosamente em dia e está em contato com o prestador para que os serviços sejam retomados o mais breve possível. Caso a empresa não retome os serviços, medidas administrativas serão adotadas", disse em nota.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários